Apresentação do Livro «Vermelho Sangue», de Joana Páris Rito, pelo psicólogo Paulo Coelho

Neste seu terceiro romance, Joana Páris Rito, autora bracarense, escreve um romance histórico onde aborda temáticas da época que ainda hoje encontram ressonância: Um velho emaranhado nas memórias. Um caçador de baleias. Uma rapariga cega que lê os espíritos dos vivos e dos mortos. Uma estalajadeira protetora. Uma irlandesa ambiciosa. Uma alcouceira poderosa. Outra proxeneta lusitana. Uma prostituta franzina. Uma mulher fadada com o toque de Midas. Uma aristocrata francesa que recalca as origens. Uma tribo de ameríndios chacinada. Um jovem burguês na Guerra da Secessão que assume a sua homossexualidade. Um escravo de pensamento livre. Duas mulheres amantes cujo amor proibido subsiste sem mais Mundo. Um italiano escultor de arbustos. Uma pitonisa e curandeira de beleza sobrenatural tocada pelo realismo-mágico. Uma família portuguesa em terras norte-americanas e outras personagens que vestem a pele ambígua da condição humana.
Com: Paulo Coelho.